Defesa de Tese de Doutorado: Karina Luzia Andrade

18/10/2022 10:29

No dia 14/10/2022 a pesquisadora Karina Luzia Andrade defendeu sua Tese de Doutorado intitulada “Electrospun Nonwoven Mats from Polymeric Association with Natural Rubber and Functionalization with Propolis for Biomedical Applications“.

Neste estudo, fibras obtidas pela técnica de eletrofiação foram desenvolvidas mediante associação polimérica a partir de borracha natural (NR). Foram testadas as combinações de NR:Policaprolactona (NR:PCL) e NR:Polivinilpirrolidona (NR:PVP). Após otimização dos parâmetros de eletrofiação e identificação da combinação polimérica mais apropriada para produção de fibras, visando a aplicação biomédica em questão, foi realizada a funcionalização das fibras com própolis. Os resultados obtidos mediante associação NR:PCL mostraram que o material obtido exige adequações, devido a sua hidrofobicidade. A associação de NR:PVP proporcionou o desenvolvimento de superfícies fibrosas com molhabidade ajustável de acordo com a proporção de cada polímero, sendo isto comprovado experimentalmente e teoricamente. Análises de FTIR e DSC provaram a mistura física dos polímeros na associação NR:PVP. de FTIR e DSC provaram a mistura física dos polímeros na associação NR:PVP. A análise morfológica demonstrou a formação de fibras na escala micrométrica, livres de defeitos e com a presença de pontos de cruzamento. A adição de PVP em NR causou uma diminuição do diâmetro médio das fibras e em concentrações ≥ 50%, permitiu a obtenção de um material hidrofílico, compatível com as aplicações em lesões cutâneas. A amostra fibrosa com maior potencial de aplicação em lesões de pele foi designada sendo a NR:PVP 50:50, a qual foi submetida ao teste de dissolução em água e a sua dissolução parcial foi observada, o que sugere que a amostra é um candidato promissor como matriz para liberação de medicamentos. Diante deste cenário, esta amostra foi funcionalizada com própolis. A funcionalização com própolis interferiu no diâmetro médio das fibras e nas características de molhabilidade, enfatizando a hidrofilicidade do material. Além disso, não foi observada citotoxicidade significativa para o material desenvolvido.

Conclui-se então que a incorporação de PVP em NR afetou positivamente as propriedades de superfície do biomaterial, exibindo características que podem ser de interesse em aplicações biomédicas quando o controle da molhabilidade é necessário, como em lesões cutâneas. Vale destacar ainda a possibilidade de manter e melhorar as propriedades biológicas do biomaterial através da funcionalização com própolis.

 

Nossos Parabéns a Nova Doutora e aos orientadores da pesquisa!

Defesa de Dissertação de Mestrado: Fernando Elias Guckert

13/09/2022 10:48

No dia 12/09/2022 o pesquisador Fernando Elias Guckert defendeu sua Dissertação de Mestrado intitulada “Synthesis of polybutylene succinate by enzymatic transesterification:A study of kinetic behavior and enzymatic stability in the reuse of immobilized lipase“. O objetivo dessa pesquisa foi descrever o comportamento cinético da síntese de Polibutileno Succinato (PBS) através da transesterificação enzimática de dietilsuccinato e 1,4-butanodiol utilizando lipase imobilizada (N435) em reações em massa e solução. Além disso, foi investigada a recuperação e reutilização do biocatalisador em novos ciclos de produção de PBS, para avaliar a atividade enzimática e a estabilidade na reutilização, bem como o grau de polimerização e distribuição da massa molar dos materiais poliméricos obtidos pelo processo de síntese.

 

“Para as reações em massa, foram utilizados 0,1 mol de cada monômero (DS e BDO), sob agitação de 400 rpm e vácuo de 0,1 atm, avaliando-se o efeito das concentrações de N435 (5, 10 e 20 m/m%) e temperatura (60 a 100 °C). Para as reações em solução, as condições foram similares, avaliando-se a adição de 5 e 50 m/m% de DE no meio reacional. A quantidade de N435 foi fixada em 10 m/m%, avaliando-se as temperaturas de 70, 80 e 90 °C. Em cada sistema, foram selecionadas as melhores condições de síntese para a análise do reuso da N435. As reações em massa apresentaram limitações difusionais das cadeias até o sítio ativo da enzima imobilizada, devido às altas viscosidades do meio nas temperaturas investigadas.

Nas reações em massa, a condição de melhor desempenho foi com 10 m/m% de N435 a 90 °C. O tempo de reação foi de 90 minutos, obtendo-se 8,08 g de subprodutos (sendo 9,20 o valor estequiométrico) e Mw de 4000 g.mol-1. Nesta condição, o procedimento de reuso apresentou 4 ciclos com boa estabilidade enzimática. A atividade inicial da N435 foi 32,4 U.g-1, decaindo para 3,8 U.g-1 ao final do reuso. Além disso, testes indicaram entupimento dos poros do suporte enzimático por cadeias poliméricas após o reuso, contribuindo para o decaimento da atividade enzimática. Para o sistema em solução, maiores taxas de remoção de etanol foram observadas com 5 m/m% de DE. Limitações viscosimétricas ainda foram observadas nesta condição, decaindo com o aumento das temperaturas de reação. Utilizando-se 50 m/m% de DE, foram observados maiores tempos de reação, devido à menor viscosidade gerada pelo solvente. Porém, quanto maior a diluição, menores taxas de reação foram obtidas. Dessa forma, a condição de 5 m/m% de DE apresentou destaque, com valores de Mw entre 2500 e 3350 g.mol-1, sendo aplicada aos procedimentos de reuso, na temperatura de 70 °C (condição ótima de operação da N435), em reações de 60 minutos. Na presença do DE, os resultados indicaram perda significativa de atividade, onde a atividade enzimática inicial foi 31,1 U.g-1, decaindo para 4,5 U.g-1 após o primeiro ciclo de uso, e 1,9 U.g-1 ao fim de 3 ciclos. Um grande decaimento no rendimento em massa do polímero foi observado, em que o valor inicial foi 74,9 %, decaindo para 16,9 % no 3° ciclo de reuso. Testes adicionais sobre os efeitos do DE em contato com a N435 indicaram interações no suporte da enzima, causando maior porosidade, além da lixiviação da enzima adsorvida no suporte, justificando a perda de atividade da N435. Comparando-se os resultados de reuso da N435, o sistema em massa foi mais eficiente, com maior estabilidade da enzima, enquanto que o uso do solvente aumentou as taxas de perda de atividade”.

Nossos Parabéns ao novo Mestre e aos orientadores da pesquisa!

PósENQ se mantém como Programa de Excelência CAPES, nota 7!

13/09/2022 09:17

É com grande satisfação que compartilhamos a Avaliação Quadrienal da CAPES (2017 a 2020)! Novamente, com o empenho de todos(as), o Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química (PósENQ/UFSC) manteve sua excelência, Nota 7.

O Parecer da Comissão de área sobre o mérito do PósENQ, segundo o próprio documento da CAPES foi:
“Trata-se de um programa que já era nota 7 no quadriênio anterior e justifica, segundo a avaliação desta comissão, a manutenção neste nível. Obteve índice muito bom nos três quesitos (programa, formação e impacto social), tanto nos aspectos quantitativos como qualitativos avaliados neste quadriênio. Sendo destaques deste programa o alto índice de bolsistas CNPq de produtividade no corpo docente, produção qualificada e projetos. No grupo dos cursos PPG 5+, se diferenciou em razão da sua inserção internacional, impacto acadêmico e visibilidade”

A laboração foi árdua, mas o resultado nos transmite a certeza de que estamos no caminho certo, na formação de recursos humanos do mais elevado nível na área de Engenharia Química, colaborando com o desenvolvimento científico e tecnológico do Brasil e do mundo, buscando a ampliação do impacto social e da internacionalização nas atividades diárias do Programa.

Agradecemos o corpo docente/discente do PósENQ e a Comissão Avaliadora da CAPES pelo sério trabalho desempenhado.

#OrgulhoDeSerPósENQ

Fonte: https://posenq.posgrad.ufsc.br/2022/09/12/9268/

Defesa de Tese de Doutorado: Jeovandro Maria Beltrame

29/08/2022 14:14

No dia 26/08/2022 o pesquisador Jeovandro Maria Beltrame defendeu sua Tese de Doutorado intitulada: “Modification of Polyesters for the Production of Nanomaterials with Biomedical Applications

“A necessidade de novos dispositivos inteligentes e projetados para mimetizar propriedades e comportamentos biológicos vem despertando constante interesse para o desenvolvimento de dispositivos que visam as aplicações biomédicas. O uso de polímero com características biocompatível e biorreabsorvível possui um interesse particular para aplicações biomédicas. Nesse sentido, poliésteres emergem como uma das classes de polímeros mais estudadas e promissoras para estas aplicações, devido a sua capacidade de serem biorreabsorvidos e/ou biodegradados, além de serem biocompatíveis.

A polimerização de poliésteres por abertura de anel pode ser realizada por enzimas, consideradas catalisadores “verdes”, visto que o seu uso não gera resíduos tóxicos e a reação pode ser conduzida em condições brandas de forma eficiente. Adicionalmente, quando os poliésteres possuem insaturações estas podem ser modificadas, o que possibilita a incorporação de moléculas por ligação covalente com o viés de proporcionar uma redução na hidrofobicidade e cristalinidade dos polímeros.

Logo, este trabalho relata a síntese de poli(globalide-co-ε-caprolactona) (PGlCL) por polimerização por abertura de anel via enzimática (e-ROP) e sua posterior modificação com NAC e Cys, permitindo o desenvolvimento de biomateriais inteligentes viabilizando a liberação enzimática acionada em pH controlado”.

 

Nossos Parabéns ao novo Doutor e aos orientadores da pesquisa!

Defesa de Tese de Doutorado: Heloisa Ramlow

26/08/2022 10:23

No dia 25/08/2022 a pesquisadora Heloisa Ramlow defendeu sua Tese de Doutorado intitulada: “Polysilazane-derived electrospun SiCN fiber mats: characterization and application in electromagnetic field shielding and electrochemical energy storage”, cujo objetivo foi caracterizar e aplicar tapetes fibrosos de SiCN em armazenamento de energia e blindagem eletromagnética.

“Neste trabalho, a eletrofiação do polissilazano foi otimizada por meio de uma abordagem estatística para a obtenção de fibras mais finas. A evolução do polímero para cerâmica a alta temperatura e o material resultante após pirólise foram avaliados por análises térmicas e técnicas de espectroscopia e difração de raios X. Os tapetes fibrosos de SiCN foram testados como absorvedores de campos eletromagnéticos e como eletrodos de bateria íon-lítio.

As vantagens de utilizar cerâmicas derivadas de polímeros moldadas por eletrofiação foram comprovadas por meio do controle da composição e da estrutura molecular da cerâmica e da morfologia das fibras. As aplicações dos tapetes fibrosos de SiCN comprovadas nesta tese inspirarão o trabalho futuro no campo de cerâmicas avançadas”.

Nossos Parabéns à nova Doutora e aos orientadores da pesquisa. 

Defesa de Dissertação de Mestrado: Nathalia de Oliveira Azevedo

24/08/2022 10:30

No dia 23/08/2022 a pesquisadora Nathalia de Oliveira Azevedo defendeu sua Dissertação de Mestrado intitulada: “Obtenção de Hidrogéis de PVP- Ágar por Irradiação Micro-ondas Incorporados com Compostos Bioativos“.

“Os hidrogéis são materiais poliméricos formados por uma rede tridimensional reticulada, estabelecida através de ligações covalentes ou interações não covalentes. São produzidos a partir de materiais naturais ou sintéticos, contendo de 10% a 98% de água em sua composição, gerando uma estrutura inchada, altamente porosa. Possuem a capacidade de intumescer e reter água ou fluidos, sendo aplicados a produtos higiênicos, agricultura, sistemas de liberação de drogas, vedação, produtos farmacêuticos, aplicações biomédicas, engenharia de tecidos, curativos, entre outros.

Neste estudo, a polivinilpirrolidona (PVP) e o ágar foram utilizados em meio aquoso para obtenção de um hidrogel, por reticulação via aquecimento convencional e via reator de micro-ondas, ambos na mesma temperatura e com a presença de iniciador.

A partir deste ponto, comparações entre os métodos de aquecimento convencional e irradiação micro-ondas foram estudados. Após, análises de fração de gel e intumescimento permitiram ao hidrogel incorporar o extrato da folha de Acca sellowiana (O. Berg) Burret. Então, propriedades morfológicas e reológicas foram investigadas”.

Nossos Parabéns à nova Mestra e aos orientadores da pesquisa.

Retorno das defesas no formato semipresencial – Defesa de Dissertação de Mestrado: Tailin Rieg

15/08/2022 08:52

No dia 12/08/2022 aconteceu mais uma defesa de Dissertação de Mestrado no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química (Pós-ENQ) e dessa vez, marcou-se o retorno das defesas no formato semipresencial.

A pesquisadora Tailin Rieg defendeu sua dissertação intitulada Chitosan-Gelatin Beads Containing Copaiba Oil By Nanoemulsion Complex Coacervation, a qual tinha como objetivo o desenvolvimento de uma nanoemulsão de óleo de copaíba seguida de encapsulação com coacervados do complexo gelatina/quitosana, visando aumentar a estabilidade e biodisponibilidade do óleo.

“Primeiramente, o desenvolvimento da nanoemulsão foi avaliado por espalhamento dinâmico de luz (DLS) e aprimorado através da avaliação de diferentes variáveis ​​de processamento. Diâmetro médio de partícula de 281,6 ±  5,813 nm e PdI de 0,293 ±  0,006 foram alcançados após homogeneização a 13.000 rpm por 6 min. A determinação do potencial Zeta foi realizada para avaliar a estabilidade da emulsão. O resultado sugeriu que a gelatina cobriu a superfície das nanocápsulas e legitimou a incorporação adicional de polissacarídeo catiônico para coacervação complexa. A formação de partículas coacervadas foi investigada em três proporções diferentes de quitosana para gelatina (CS:G) (1:15, 1:10 e 1:5) em pH 5,0. Complexos solúveis foram formados a uma razão CS:G de 1:15. Nas condições testadas, a formação de coacervados foi levemente maior na razão CS:G de 1:10 (89%). Os resultados sugeriram a influência da razão mássica dos biopolímeros para o rendimento de coacervação bem como para as morfologias de encapsulamento. Imagens de microscopia óptica e espectros de FTIR indicaram a incorporação de gotículas de óleo de copaíba pelo processo de coacervação, e esferas multinucleadas foram evidenciadas pela primeira análise. O encapsulamento do óleo de copaíba por esferas de coacervados de quitosana e gelatina foi também apontado a partir das imagens obtidas por microscopia eletrônica de transmissão”.

Em resumo, este trabalho desenvolveu um sistema de coacervado formado sem o uso de agentes químicos de reticulação como uma abordagem eficiente para encapsulamento de nanoemulsão de óleo de copaíba.


Nossos Parabéns à nova Mestra e aos professores orientadores da pesquisa.

Aprovado o Projeto de Dupla Diplomação entre PósENQ/UFSC e FAU Erlangen-Nuremberg

11/08/2022 14:19

resultado final do Edital de Chamada Pública FAPESC Nº 24/2022 referente ao Programa de Fomento a Cursos de Doutorado com Dupla Diplomação de Instituições de Ensino Superior do Estado de Santa Catarina foi divulgado em 5 de agosto. Foram aprovados 4 projetos, sendo 2 deles da UFSC. O projeto “Doutorado em Engenharia com Dupla Diplomação UFSC-FAU/Alemanha” é coordenado na UFSC pela Prof. Débora de Oliveira, liderado pelo PósENQ, com participação do PGMAT, ambos com conceito 7 na CAPES. O projeto conta com a parceria internacional da Friedrich-Alexander-Universität Erlangen-Nürnberg (FAU), Alemanha, sob coordenação do Prof. Aldo Boccaccini. Serão beneficiados prioritariamente, com bolsas e passagens respectivas, até 6 doutorandos da UFSC e da FAU, que deverão fazer estágios de até 12 meses nas universidades anfitriãs. Além desses estudantes bolsistas, outros discentes de Mestrado e Doutorado serão incentivados a participar de atividades de intercâmbio entre as universidades parceiras, através do compartilhamento de disciplinas e orientadores.

Além disso, serão beneficiados, com bolsas respectivas, até 6 docentes do PósENQ que oferecerão disciplinas, na língua inglesa, a estudantes brasileiros e alemães. Atualmente, as disciplinas em inglês disponíveis no PósENQ pertencem tanto ao elenco de obrigatórias (*) quanto ao de eletivas:

  • Advanced Chemical Reaction Engineering
  • Biochemical Engineering (*)
  • Biological Waste Treatment
  • Emulsion and Miniemulsion Polymerization Processes
  • Kinetics of Chemical Processes (*)
  • Polymeric Nanomaterials Characterization
  • Principles of Ceramics Processing
  • Transport Phenomena (*)

A UFSC e a FAU têm um histórico de mais de 20 anos de cooperação na área de Engenharias. Inclui-se como resultado dessa cooperação uma tese desenvolvida em regime de cotutela entre o PGMAT e a universidade alemã, defendida e aprovada em 2020 por Tobias Benitez. A partir do financiamento da FAPESC, a ideia desse projeto é facilitar os trâmites burocráticos e a mobilidade interinstitucional a partir da implementação de uma Convenção Geral entre a UFSC e a FAU para a dupla diplomação de doutorado, cuja minuta já foi elaborada e está em trâmite nas respectivas instituições.

Ao final do projeto, os(as) estudantes que atenderem os requisitos exigidos pelas universidades signatárias da Convenção, receberão, respectivamente, os títulos de “Doutor em Engenharia Química” ou “Doutor em Ciência e Engenharia de Materiais” por parte da UFSC e de “PhD in Engineering” (“Doktor der Ingenieurwissenschaften” – Dr.-Ing.), por parte da FAU.

Lista de provisória liberação – Uso da estrutura no mês de Janeiro 2022

07/01/2022 20:33

Informamos aos interessados que a resposta das solicitações para uso dos Laboratório no mês de Janeiro está disponível. Devido determinação da chefia do departamento, segue normas:

  • É recomendável que o usuário tenha somente um acesso por dia, evitando saídas para almoço/lanche no mesmo dia;
  • Notificar imediatamente qualquer suspeita de sintomas tanto dos alunos/professores/funcionários como com os seus co-habitantes;
  • Higienização dos espaços utilizados após a sua finalização.

Lembramos a todos os pesquisadores que as medidas de distanciamento físico e higienização do local devem ser respeitadas.

Dado a grande quantidade de solicitações, os dias e horários devem ser respeitados e quem não possui autorização não deve ir ao local. 

Afim de proporcionar maior comodidade e otimização, o agendamento de horários deve ser realizado via google agenda. Caso não tenha acesso a ela, solicitar link enviando email para lcp.enq@contato.ufsc.br

Abaixo está o documento dos alunos autorizados:

Lista de autorizações para o mês de Janeiro – Provisória

Lista de liberação – Uso da estrutura no mês de Dezembro 2021

01/12/2021 07:54

Informamos aos interessados que a resposta das solicitações para uso dos Laboratório no mês de Dezembro está disponível. Devido determinação da chefia do departamento, segue normas:

  • É recomendável que o usuário tenha somente um acesso por dia, evitando saídas para almoço/lanche no mesmo dia;
  • Notificar imediatamente qualquer suspeita de sintomas tanto dos alunos/professores/funcionários como com os seus co-habitantes;
  • Higienização dos espaços utilizados após a sua finalização.

Lembramos a todos os pesquisadores que as medidas de distanciamento físico e higienização do local devem ser respeitadas.

Dado a grande quantidade de solicitações, os dias e horários devem ser respeitados e quem não possui autorização não deve ir ao local. 

Afim de proporcionar maior comodidade e otimização, o agendamento de horários deve ser realizado via google agenda. Caso não tenha acesso a ela, solicitar link enviando email para lcp.enq@contato.ufsc.br

Abaixo está o documento dos alunos autorizados:

Lista de autorizações para o mês de Dezembro

LINDEN-UFSC participa de evento do BRICS na área de Materiais e Nanotecnologia

27/10/2021 10:57

A convite da Secretaria de Empreendedorismo e Inovação, por meio da Coordenação-Geral de Tecnologias Habilitadoras do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), o Prof. Dachamir Hotza, vice-coordenador do Laboratório Interdisciplinar para o Desenvolvimento de Nanoestruturas está representando a UFSC no 3rd Meeting of the BRICS Working Group on Materials Science and Nanotechnology.

As tratativas do Grupo de Trabalho em Ciência dos Materiais e Nanotecnologia, no âmbito do agrupamento BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), iniciaram em 2017 e até o momento, após duas reuniões, já foram definidas as diretrizes básicas para a criação de uma Rede BRICS de Ciências dos Materiais e Nanotecnologia (BRICS-RCMN). A Rede proposta é um consórcio acadêmico sem fins lucrativos, unindo e colocando em rede, voluntariamente, as principais universidades e organizações de pesquisa dos países BRICS nas áreas de Ciência dos Materiais e Nanotecnologia.

A parte brasileira do BRICS-RCMN é composta por 5 laboratórios do Sistema Nacional de Laboratórios em Nanotecnologias (SisNANO) que demonstraram interesse em participar das discussões dos encontros do Grupo de Trabalho em Ciência dos Materiais. Neste grupo está incluído o LINDEN/UFSC, coordenado pelo Prof. Ricardo Antonio Francisco Machado, do Departamento de Engenharia Química e Engenharia de Alimentos (EQA).

O Encontro ocorre em formato híbrido, presencial ou virtualmente, por videoconferência, de 26 a 28 de outubro de 2021, em Manaus, Amazonas, tendo como organizadores o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM) e o MCTI. As atividades podem ser acompanhadas pelos inscritos no site do evento, que também tem transmissão ao vivo no canal do YouTube da TV IFAM.

Neste evento, o Prof. Dachamir está apresentando as potencialidades e interações internacionais do LINDEN-UFSC, cuja participação está também disponível em português ou inglês, nos respectivos links.

Atualmente, o LINDEN participa de um projeto BRICS, financiado no Brasil pelo CNPq, e coordenado na UFSC pelo Prof. Pedro Henrique Hermes de Araújo (EQA/CTC) intitulado “Polymeric Nanostructures for Treatment of Microbial Infections”, que tem como parceiros os institutos NIAB, em Hyderabad, Índia, e o NERCN, de Xangai, China.

Mais informações sobre o evento em:

http://www2.ifam.edu.br/noticias/em-manaus-am-representantes-de-paises-do-brics-participam-de-evento-sobre-ciencia-dos-materiais-e-nanotecnologia/view

LCP tem participação em Projeto aprovado na Chamada Pública FAPESC nº 07/2020

14/10/2021 22:17

O Laboratório de Controle de Processos e Polimerização (LCP), localizado no Departamento de Engenharia Química e de Alimentos da UFSC, sob supervisão do Professor Dr. Ricardo Antônio Francisco Machado, foi contemplado no Edital de Chamada Pública FAPESC nº07/2020 para Empresas Catarinenses.

O projeto nomeado “Desenvolvimento de uma tinta antimicrobiana com atividade virucida aplicada a impressão de embalagens plásticas” conta a participação de mais dois membros do LCP, além do Professor Dr Ricardo Antônio Francisco Machado, sendo eles a Dr.ª Letícia Alves da Costa e o MSc. Rafael Dias.

O projeto é baseado nos impactos significativos que a Pandemia de Covid-19 está ocasionando e irá ocasionar na sociedade, muito embora isso ainda não completamente dimensionados sobre a sociedade, pois trata-se de um evento inédito na história, dado que, no passado, epidemias parecidas se desenvolveram em um cenário de muito menor integração entre países e pessoas, divisão do trabalho e densidade populacional.

Logo, nesse momento, o desenvolvimento de produtos que gerem ações imediatas para a prevenção e enfrentamento do vírus se torna crucial para a promoção de saúde, segurança no convívio social e desenvolvimento econômico do estado. Diante deste cenário, o projeto tem como objetivo ampliar a ação da tinta ProtectPack, que tem ação bactericida comprovada para aplicação em embalagens flexíveis, também em virucida.

Para saber mais sobre as inovações mencionadas nessa publicação click aqui.

Informes CGTH – setembro de 2021

05/10/2021 13:57

  1. NANOTECNOLOGIA
  • SibratecNANO abre o  11º Ciclo de seleção de propostas – Até o dia 15/10/2021, o SibratecNano receberá propostas para o 11º ciclo de avaliações de projetos direcionados à criação de produtos e processos nanotecnológicos, com foco no mercado e na geração de valor para negócios e sociedade. As propostas devem ser submetidas por empresas, em parceria com um dos laboratórios do SisNANO.

Para mais informações, acessar o link: http://www.sibratecnano.com/

  • Workshop do Centro Brasileiro-Argentino de Nanotecnologia (CBAN) – Os coordenadores nacionais do lado brasileiro e do lado argentino, no âmbito do Centro Brasileiro-Argentino de Nanotecnologia (CBAN), estão organizando o Workshop do CBAN 2021, a ser realizado nos dias 25 e 26 de outubro de 2021. No workshop serão apresentadas as estruturas de pesquisa, desenvolvimento e inovação disponíveis em ambos os países e discutidos projetos e ações comuns na área. Serão enfatizados os temas ligados à aplicação da nanotecnologia em saúde, meio ambiente, agro e energia.

As inscrições para o Workshop virtual podem ser feitas por meio do link:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfZx3UUYiwKR8OKQeO7lmCvg4Stj3SMdKcr2KGNnjBr6v5xqA/viewform

  • 3º Encontro do Grupo de Trabalho de Ciência dos Materiais e Nanotecnologia do BRICS  –  o 3º Encontro do BRICS-RCMN está sendo organizado pelo Brasil e acontecerá em formato híbrido (online e presencial) na cidade de Manaus-AM, nos dias 26, 27 e 28 de outubro.  A coordenação científica, pelo lado brasileiro, está a cargo da Secretaria de Empreendedorismo e Inovação, por meio da Coordenação-Geral de Tecnologias Habilitadoras, e o evento está sendo organizado em parceria com o Instituto Federal do Amazonas (IFAM). 

2 . FOTÔNICA

  • Laboratórios do Sistema Nacional de Laboratórios de Fotônica (Sisfóton-MCTI) reúnem-se para discutir colaborações –  No dia 01 de setembro, laboratórios integrantes do Sisfóton-MCTI reuniram-se para discussões sobre formas de interação.  Participaram da reunião os coordenadores da Rede de Laboratórios de Fotônica da UFPE – FotonNetUFPE, Sr. Anderson Gomes; do Laboratório de Materiais Fotônicos- Instituto de Química- UNESP, Sra. Sidney Ribeiro; e do Laboratório Nacional de Agro-Fotônica (LANAF), Sra. Debora Milori.  No encontro, pontuou-se que vários dos trabalhos já desenvolvidos, ou em desenvolvimento, nos laboratórios de Araraquara e de São Carlos, nas áreas de aplicações da luz solar, bem como de agrofotônica, podem ser transferidos e adaptados para uso na região Nordeste, onde o FotonNetFUFPE atua.  Na mesma ocasião, Anderson Gomes se reuniu com o Sr. Vanderlei Bagnato, Coordenador do Laboratório de Apoio à Inovação e ao Empreendedorismo em Tecnologias Fotônicas, da Universidade de São Paulo – USP, e discutiram colaborações na área de biofotônica.
  • Entrevista com o Prof. Cícero Cena, do Laboratório de Óptica e Fotônica (Sisfóton-MCTI) – no dia 23/09, o Prof. Cícero Cena concedeu entrevista à TV Educativa, da Rede Cultura. A entrevista foi referente ao trabalho de 2021 publicado no Journal of Biophotonics: Um novo método para o diagnóstico da leishmaniose visceral canina com base em espectroscopia.

Você pode ter acesso à entrevista no link a seguir: https://www.youtube.com/watch?v=ut6xFSeD3t4

  • Pesquisadores membros do Comitê Consultivo de Fotônica (CCFOTO) vencem Prêmio CBMM 2021 – A Associação Brasileira de Metarlugia, Materiais e Mineração (CBMM) publicou um vídeo com a história dos vencedores do Prêmio CBMM 2021, o engenheiro Júlio César Rodrigues Fernandes de Oliveira, e físico Vanderlei Salvador Bagnato, nas categorias Tecnologia e Ciência, respectivamente. A premiação teve o propósito de fomentar e valorizar a produção científica e tecnológica no Brasil, e contou com mais de 425 inscritos de diversos estados do país. Vale ressaltar que os pesquisadores são membros do Comitê Consultivo de Fotônica (CCFOTO), no âmbito do MCTI, e colaboram com as iniciativas deste Ministério para o desenvolvimento da ciência no país.

Para assistir aos vídeos, clique nos links a seguir:

Vídeo Júlio César R.F. de Oliveira: https://www.youtube.com/watch?v=CWHDoKeikkY&ab_channel=CBMM

Vídeo Vanderlei Bagnato: https://www.youtube.com/watch?v=5mU2Yj3FneI&ab_channel=CBMM

  1. MATERIAIS AVANÇADOS

 Divulgado resultado final da 2ª Fase da Chamada Pública CNPq/MCTIC/SEMPI Nº 01/2020 – “Empreendimentos e soluções de base tecnológica na área de Grafeno” –  Em 20 de setembro, foi publicado o resultado final da Chamada Pública  referente a “Empreendimentos e soluções de base tecnológica na área de Grafeno”. De um total de 73 propostas submetidas, 30 projetos foram selecionados para integrar a 1ª Fase da Chamada e agora, dentre esses, os 10 projetos mais promissores foram aprovados para a 2ª Fase e receberão um novo aporte de recursos financeiros.  A Chamada objetivou selecionar e apoiar propostas de pesquisa aplicada, desenvolvimento tecnológico e inovação, tendo como principal objeto o Grafeno.

Para mais informações, clicar no link a seguir:

http://memoria2.cnpq.br/web/guest/chamadas-publicas?p_p_id=resultadosportlet_WAR_resultadoscnpqportlet_INSTANCE_0ZaM&idDivulgacao=9362&filtro=resultados&detalha=chamadaDetalhada&exibe=exibe&id=47-1501-6783&idResultado=47-1501-6783

4 . TECNOLOGIA ASSISTIVA E PARA SAÚDE

  • 3ª Reunião do Comitê Interministerial de Doenças Raras –  Nos dias 20 e 21 de setembro, representantes da SEMPI participaram da 3º Reunião do Comitê Interministerial de Doenças Raras, instituído por meio do Decreto nº 10.558/2020 e coordenado pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). O encontro teve como pauta principal a apresentação do Plano de Trabalho do Comitê e do mapeamento das ações dos Ministérios que integram o colegiado.
  • Bate Papo Ciência e Tecnologia no Dia a Dia tem como tema inclusão das pessoas com deficiência por meio da tecnologia –  No dia 21 de setembro, Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, foi ao ar o Programa Bate Papo Ciência e Tecnologia no Dia a Dia, no qual o Ministro Marcos Pontes recebeu a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MFDH), Damares Alves e o atleta paralímpico, ouro nos Jogos de Tóquio deste ano, Wendell Belarmino Pereira.  Durante o programa o secretário da SEMPI,  Paulo Alvim, comunicou que o Ministério abriu duas consultas públicas que vão auxiliar a formulação de políticas públicas voltadas para pessoas com deficiência: uma trata da proposta de Plano Nacional de Tecnologia Assistiva (PNTA) e a outra trata da atualização da lista de bens e serviços de tecnologia assistiva passíveis de financiamento subsidiado pela união.

A gravação do programa está disponível no canal do MCTI no YouTube:

https://www.youtube.com/watch?v=tGqJFg8h8Rw

  • Abertas Consultas Públicas sobre o Plano Nacional de Tecnologia Assistiva (PNTA) e atualização da lista de bens e serviços de Tecnologia Assistiva passíveis de financiamento –  No dia 21 de setembro, data em que é celebrado o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) abriu duas consultas públicas que contribuirão para formulação e implementação de políticas, programas e ações para o fomento ao acesso, desenvolvimento e inovação em tecnologia assistiva, que possam colaborar com a inclusão e melhor qualidade de vida das pessoas com deficiência no país.  Uma delas se refere à proposta de Plano Nacional de Tecnologia Assistiva (PNTA), que dispõe sobre as diretrizes, os objetivos e os eixos do PNTA; a outra tem o intuito de colher sugestões da sociedade para atualização da lista de bens e serviços de Tecnologia Assistiva previstos na Portaria Interministerial nº 362/2012.

As consultas públicas ficarão abertas até 4 de novembro na Plataforma Participa + Brasil: https://www.gov.br/participamaisbrasil/ . Participem!!!

– Proposta de Plano Nacional de Tecnologia Assistiva: www.gov.br/participamaisbrasil/pnta

– Atualização de lista de bens e serviços de Tecnologia Assistiva passíveis de financiamento subsidiado para Pessoas com Deficiência: www.gov.br/participamaisbrasil/atualizacao-da-portaria-interministerial-604

  • SEMPI participa de evento no Palácio do Planalto em celebração ao Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência –  No dia 27 de setembro, ações de proteção de direitos e promoção da inclusão das pessoas com deficiência foram lançadas pelo Governo Federal, em cerimônia no Palácio do Planalto em alusão ao Dia nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, e que contou com a presença do Presidente da República, Jair Bolsonaro.  Durante o evento foi lançado o Prêmio Nacional de Acessibilidade, que contou com contribuições da SEMPI/MCTI. A parceria vai promover o engajamento de toda a sociedade por meio do reconhecimento de organizações públicas e privadas, além de pessoas que tenham notória atuação na promoção da temática para pessoas com deficiência.  O Presidente Jair Bolsonaro também assinou Decreto que atualiza a composição do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conade), ampliando a participação da sociedade civil e das pessoas com deficiência na formulação das políticas de inclusão social debatidas no Conade, que também conta com representante da SEMPI.
  • Inovações tecnológicas assistiva desenvolvidas com apoio do MCTI são apresentadas ao Ministério da Cidadania e ao Comitê Paralímpico Brasileiro – No dia 25, em visita a Uberlândia, o secretário nacional de paradesporto, José Guedes, do Ministério da Cidadania, juntamente com o diretor técnico do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) conheceram duas inovações tecnológica assistiva, desenvolvidas no CINTESP.Br, direcionadas a atletas paralímpicos da Bocha Classe BC3 e arremesso de peso, que estão prestes a serem apresentadas oficialmente ao CPB. Os protótipos foram desenvolvidos no âmbito de projeto apoiado pela Secretaria de Empreendedorismo e Inovação (SEMPI/MCTI), via CNPq.

Para mais informações, acessar ao site: https://cintespbr.org/?p=6892

  • MCTI e INT celebram a marca de 35 anos de atuação do INT em Tecnologia Assistiva –  No dia 28, o Instituto Nacional de Tecnologia (INT/MCTI) realizou o webinar “35 anos de Tecnologia Assistiva no INT”, em que foram apresentados trabalhos voltados ao desenvolvimento de produtos, serviços e metodologias que favorecem a autonomia, qualidade de vida, inclusão social e pleno exercícios das habilidades funcionais das pessoas com deficiência.  O evento contou com a participação da Secretaria de Empreendedorismo e Inovação do MCTI, que apresentou as principais iniciativas e oportunidades do MCTI na área de Tecnologia Assistiva.

O Webinar pode ser revisto em sua íntegra no seguinte link: https://www.youtube.com/watch?v=OIVL58OmBPY

  1. CHAMADAS PÚBLICAS ENVOLVENDO TECNOLOGIAS HABILITADORAS:
  • CHAMADA PÚBLICA Nº 21/2021  – PROGRAMA RHAE – PESQUISADOR NA EMPRESA – refere-se ao apoio a projetos de P,DI que visem contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico, a inovação e o empreendedorismo no Brasil, por meio da inserção de pesquisadores em empresas inovadoras e startups, nas áreas tecnológicas prioritárias estabelecidas pelo MCTI (Portaria MCTI nº 5.109/21), especialmente Tecnologias Estratégicas e Habilitadoras, bem como em Negócios de Impacto e GovTechs.  Estima-se que com o valor total do projeto sejam apoiados cerca de 160 projetos com recursos do MCTI/FNDCT, em duas linhas distintas: Linha 1 – Apoio à projetos de P,D&I de empresas inovadoras; e Linha 2 – Apoio à projetos de P,D&I de Startups. Submissão de propostas: até 28 de outubro de 2021.

Para mais informações, acessar ao link seguinte: 

http://memoria2.cnpq.br/web/guest/chamadas-publicas?p_p_id=resultadosportlet_WAR_resultadoscnpqportlet_INSTANCE_0ZaM&filtro=abertas/

  • CHAMADA BRICS 2021 EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO – refere-se ao apoio a projetos de PD&I em cooperação internacional no âmbito do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.
    • Áreas temáticas: Transient astronomical events and Deep Survey science;  Antimicrobial resistance: technologies for diagnosis and treatment; Simulation and big data analytics for advanced precision medicine and public healthcare; High Performance Computing (HPC) and BigData for Sustainable; Development: Solving Large Scale Ecological, Climate and Pollution problems; Innovation and entrepreneurship on Photonic, Nanophotonics and metamaterials for addressing bio-medicine, agriculture, food industry and energy harvesting issuesMaterials science and nanotechnology for addressing environmental, climate change, agricultural, food and energy issues; Renewable energy, including smart grid integration; Ocean and polar science and technology; Water treatment technology; Research in aeronautics and aerospace.
    • Submissão de propostas: pré-projeto até 14 de outubro (JAF BRICS). Em uma segunda etapa, os projetos deverão ser submetidos ao CNPq, cujo prazo é 25 de abril de 2022. A apresentação do pré-projeto, até 14 de outubro, é obrigatória para seguir para a segunda etapa.
    • Mais informações e edital: http://brics-sti.org/?p=new/30

ESPAÇO DAS TECNOLOGIAS HABILITADORAS NO SITE DO MCTI: 

OUTRAS PUBLICAÇÕES DA CGTH:

  • Estudo com panorama tecnológico sobre Grafeno – A Finep e o MCTI lançam estudo com o panorama tecnológico do Grafeno, suas aplicações, desafios da indústria e o contexto brasileiro. Além disso, aborda as iniciativas recentes de políticas públicas que visam estimular a criação de conhecimento e novos negócios ligados ao nanomaterial e a materiais avançados.

Segue o link para acessar o estudo: https://www.gov.br/mcti/pt-br/acompanhe-o-mcti/noticias/2021/04/finep-e-mcti-publicam-estudo-com-panorama-tecnologico-sobre-grafeno-e-a-demanda-por-financiamento

Curso – Tecnologia de Plasma Frio aplicado à Indústria de Alimentos

01/09/2021 15:43

O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Frutos Tropicais (INCT-FT) em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química da Universidade Federal do Ceará (PGEQ-UFC) irá ofertar o curso de Tecnologia de Plasma Frio Aplicado à Indústria de Alimentos na modalidade de EaD.

Serão ofertadas 50 vagas destinadas a alunos de pós-graduação da UFC, alunos de pós-graduação de outras universidades públicas Brasileiras ou Portuguesas, e para docentes de universidades públicas.

O curso será ofertado junto a uma disciplina de pós-graduação do PGEQ-UFC, e oferecemos a opção aos alunos de pós-graduação de se matricularem na disciplina como alunos especiais de pós-graduação de forma que os créditos possam ser aproveitados oficialmente em suas universidades através de programas de mobilidade acadêmica.

FORMATO

O curso será dado na modalidade EaD, através de aulas gravadas e material de apoio sendo disponibilizadas toda segunda-feira no Google Classroom, e uma vídeo aula síncrona para discutirmos a tecnologia e tirarmos dúvidas toda sexta-feira as 9:00 no Google Meet. A duração total do curso será de 6 semanas.

O curso foi formatado para ser realizado na forma “self-paced”, ou seja, em que o participante pode acessar o material no horário que desejar. O curso será formado de uma série de vídeos de curta duração que podem ser assistidos na sequência ou separadamente. Os vídeos ficarão a disposição no Google Classroom para acesso a qualquer hora. Capítulos de um livro são disponibilizados toda a semana e conterão mais detalhes sobre os assuntos abordados nos vídeos. A cada módulo, exercícios de fixação são apresentados, de forma a monitorar o progresso e entendimento dos participantes do curso.

Para receber o certificado de participação ou aprovação na disciplina (para os que optarem por esta modalidade), será necessário fazer os exercícios de fixação. A participação nas sessões de discussão às sexta-feira não será obrigatória.

Recomendamos que o participante dedique de 1 a 2 h semanais ao curso.

O QUE SERÁ ABORDADO?

O curso cobrirá os principais pontos da aplicação de plasma frio em alimentos.

Semana 1 Introdução, Equipamentos e Tecnologias de Plasma Frio, Química do Plasma
Semana 2 Sanitização e Inibição enzimática
Semana 3 Efeitos do Plasma na Química dos Alimentos – Parte 1
Semana 4 Efeitos do Plasma na Química dos Alimentos – Parte 2
Semana 5 Efeitos do Plasma na Qualidade Sensorial dos Alimentos
Semana 6 Efeitos do Plasma em Alergênicos, Toxinas e Pesticidas

PERÍODO E DURAÇÃO

O curso inicia no dia 11 de Outubro e termina no dia 19 de Novembro, com extensão de 6 semanas.

INSTRUTOR

O curso será ministrado pelo Prof. Dr. Fabiano André Narciso Fernandes, que vem trabalhando com a tecnologia de plasma frio e sua aplicação em produtos alimentícios há 7 anos.

INSCRIÇÕES

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 24 de Setembro de 2021 através do link:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfAVWQTMobvSW1RqYVXyxg8hGFwNeAQRbKddDGihzuWezw1HQ/viewform?usp=pp_url

A confirmação das inscrições será enviada aos selecionados entre os dias 27 e 30 de Setembro.

Lista de liberação – Uso da estrutura no mês de Setembro

01/09/2021 10:00

Informamos aos interessados que a resposta das solicitações para uso dos Laboratório no mês de setembro está disponível. Devido determinação da chefia do departamento, segue normas:

  • É recomendável que o usuário tenha somente um acesso por dia, evitando saídas para almoço/lanche no mesmo dia;
  • Notificar imediatamente qualquer suspeita de sintomas tanto dos alunos/professores/funcionários como com os seus co-habitantes;
  • Higienização dos espaços utilizados após a sua finalização.

Lembramos a todos os pesquisadores que as medidas de distanciamento físico e higienização do local devem ser respeitadas.

Além disso, é válido baixar o app Conecte SUS para comprovar a vacinação.

Dado a grande quantidade de solicitações, os dias e horários devem ser respeitados e quem não possui autorização não deve ir ao local. 

Afim de proporcionar maior comodidade e otimização, o agendamento de horários deve ser realizado via google agenda. Caso não tenha acesso a ela, solicitar link enviando email para lcp.enq@contato.ufsc.br

Abaixo está o documento dos alunos autorizados:

Lista de autorizações para o mês de Setembro

3ª edição do programa de formação Mulheres na Ciência e Inovação

12/08/2021 15:37

Estão abertas as inscrições para a 3ª edição do programa de formação Mulheres na Ciência e Inovação, voltado para pesquisadoras brasileiras em áreas STEM (ciência, tecnologia, engenharias e matemática) que desejam inovar e empreender. Serão sete encontros virtuais (11/09, 18/09, 25/09, 02/10, 09/10, 16/10 e 23/10) com foco em temas relacionados à inovação, ao empreendedorismo e ainda sobre gênero e ciência.

Fruto da parceria entre o Museu do Amanhã e o Conselho Britânico, o programa – que conta com o patrocínio da Shell – é gratuito e visa a fortalecer a liderança feminina na inovação de base científica e tecnológica.

O curso é voltado para pesquisadoras nas áreas STEM que estejam cursando no mínimo a graduação, tenham uma proposta de inovação de base científica e/ou tecnológica e desejam empreender. As inscrições são limitadas e não garantem a sua participação no programa. Haverá uma seleção de acordo com os requisitos determinados na chamada pública.

Para maiores informações click aqui.

Fonte: https://museudoamanha.org.br/pt-br/inscricoes-abertas-terceira-edicao-programa-formacao-mulheres-na-ciencia

Informes de ações da Coordenação Geral de Tecnologias Habilitadoras – CGTH

10/08/2021 21:50

Com a finalidade de divulgar as ações/iniciativas da Secretaria de Empreendedorismo e Inovação (SEMPI), compartilhamos os Informes SEMPI/MCTI referente ao mês de julho de 2021.

          NANOTECNOLOGIA

  • Audiência Pública Virtual sobre Bio e Nanotecnologia – No dia 7 de julho, O MCTI, por meio da SEMPI, participou da Audiência Pública Virtual, organizada pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços, sobre o tema: ” Bio e Nanotecnologia”. Na audiência, vários questionamentos foram respondidos quanto aos investimentos das tecnologias, no âmbito do MCTI, bem como orçamento aplicado, interação com o setor privado, e acompanhamento referente aos Projetos de Leis em tramitação na Câmara dos Deputados, sobre o tema.

          O vídeo da audiência está disponível no canal do Youtube, da Câmara dos Deputados.

  • Apresentação das Políticas Ministeriais para o Desenvolvimento da Nanotecnologia na ABNT – O MCTI, por meio da SEMPI, realizou uma apresentação das ”Políticas Públicas do Governo Federal para o Desenvolvimento da Nanotecnologia” na Comissão de Estudo Especial de Nanotecnologia, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Na oportunidade, foi realizada uma explanação geral sobre as ações e os investimentos realizados pelo MCTI acerca do tema. A ABNT é o órgão responsável pela normalização técnica no Brasil, fornecendo insumos ao desenvolvimento tecnológico brasileiro.
  • V Curso de Introdução – Nanotecnologia & Nanotoxicologia – O Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano/CNPEM) promoverá o V Intronanotox, nos dias 19 e 20 de Agosto de 2021, totalmente online. De maneira didática e introdutória serão abordados temas como: nanomateriais e materiais avançados, aplicações tecnológicas, inovação responsável, toxicidade, segurança e sustentabilidade. As inscrições são gratuitas e os interessados podem cadastrar seu e-mail no site para receber uma notificação assim que forem abertas as inscrições.

           Mais informações, confira o site.


          FOTÔNICA

  • Resultado Final da Chamada Pública do Sisfóton-MCTI – Foi publicado, no dia 15 de julho, o resultado final da Chamada Pública referente ao Sistema Nacional de Laboratórios de Fotônica (Sisfóton-MCTI). A Chamada Pública teve como objetivo selecionar e apoiar 11 laboratórios para integrar o Sisfóton-MCTI. O resultado final aponta que 64% das propostas aprovadas são da região Sudeste,18% da região Centro-Oeste, e 9% das regiões Sul e Nordeste. Para região Norte não houve proposta.

           O resultado final, com a lista completa dos laboratórios selecionados, pode ser consultado na integra.


          MATERIAIS AVANÇADOS

  • 1ª Feira Brasileira de Grafeno e visita à planta produtiva de grafeno da UCSGRAPHENE – O presidente Jair Bolsonaro, o ministro do MCTI, Marcos Pontes, e uma comitiva do Governo Federal participaram, no dia 9 de julho, da abertura da 1ª Feira Brasileira de Grafeno, em Caxias do Sul (RS), e visitaram a planta produtiva de grafeno da UCSGRAPHENE. Com capacidade de gerar 500 kg de alta qualidade do material por ano e potencial de chegar a até cinco toneladas, esse é o maior parque de produção em escala industrial da matéria-prima na América Latina, em operação desde março de 2020.Para mais informações, acesse.
  • Decreto Institui a Política de Ciência, Tecnologia e Inovação de Materiais Avançados – O Decreto nº 10. 746/2021, que institui a Política de Ciência, Tecnologia e Inovação de Materiais Avançados e o Comitê Gestor de Materiais Avançados, foi publicado na edição de 12 de julho do Diário Oficial da União. O documento estabelece que o MCTI será responsável pela elaboração do Plano de Ciência, Tecnologia e Inovação de Materiais Avançados, com vigência de quatro anos.
  • MCTI institui o Programa InovaGrafeno-MCTI – Em 12 de julho foi publicada a Portaria MCTI nº 4.964, de 9 de julho de 2021, que institui o Programa de Inovação em Grafeno – InovaGrafeno-MCTI, um um dos programas estratégicos e estruturantes da Iniciativa Brasileira de Nanotecnologia (IBN) e que funcionará como vetor nacional para o desenvolvimento do grafeno e da próxima geração dos materiais 2D à base de carbono.
  • Resultado final – etapa de mérito – da Seleção Pública MCTI/FINEP/FNDCT 09/2020 – Estruturação de Centros de Tecnologia e Inovação Aplicadas em Materiais Avançados. No dia 13 de julho foi divulgado o resultado final da etapa de mérito da seleção pública que tem como objetivo estruturar até 2 Centros de Tecnologia e Inovação Aplicadas em Materiais Avançados através da concessão de recursos não reembolsáveis por meio do Instrumento Cooperativo ICT Empresa para o desenvolvimento de produtos, processos e/ou serviços inovadores.

          O resultado está disponível no site.

  • Resultado preliminar da 2ª fase da Chamada de Grafeno – Foi publicado no Diário Oficial da União, do dia 16 /07, o resultado preliminar para a segunda fase da chamada de empreendedorismo em Grafeno. Foram selecionados 10 propostas, conforme previsto no edital, os quais seguem para próxima fase. Os participantes receberão cerca de 860mil em recursos para execução do projeto e deverão apresentar um Produto Mínimo Viável, além de interações com investidores, empresas e potenciais parceiros ou clientes. O resultado final, após recursos, está previsto para o dia 20 de agosto. O prazo para finalização do projeto é de 18 meses.
  • XIX Brazilian Materials Research Society Meeting (XIX B-MRS) – Com o apoio institucional do MCTI, a Sociedade Brasileira de Pesquisa em Materiais (SBPMat) promoverá a XIX B-MRS Meeting, programada para os dias 30 de agosto e 03 de setembro de 2021, de forma online. Para mais informações, acesse.

Defesa de Tese de Doutorado – Rodrigo Battisti

29/07/2021 17:25

No dia 28 de julho o discente Rodrigo Battisti defendeu a sua tese de doutorado no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química (Pós-ENQ), intitulada “FALLING FILM DISTILLATION ASSISTED BY A TWO-PHASE CLOSED THERMOSYPHON: contributions to modeling, control, optimization, and techno-economic assessment of the pilot-scale unit” sob orientação da Prof.ª Dr.ª Cintia Marangoni e coorientação do Prof. Dr. Ricardo Antonio Francisco Machado, ambos da Universidade Federal de Santa Catarina, e do Prof. Dr. Flavio Manenti do Politecnico di Milano.

A tese do discente Rodrigo Battisti teve como objetivo oferecer contribuições científicas no campo da modelagem dinâmica, controle, otimização e avaliação técnico-econômica de uma unidade de destilação por filme líquido descendente em escala piloto assistida por um termossifão bifásico fechado, visando consolidar e difundir a tecnologia Destubcal como um processo viável de destilação intensificada energeticamente.

Rodrigo com seus orientadores e banca avaliadora durante aprovação do trabalho; Rodrigo no dia de sua defesa; imagem ilustrativa do título de PhD.

Segundo Rodrigo: “Defender minha tese de doutorado no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química da Universidade Federal de Santa Cataria, um programa de excelência, representa uma conquista muito valiosa, pois é a gratificação e o reconhecimento pelo trabalho desenvolvido com intuito de contribuir com o progresso da ciência, mesmo sabendo que nosso trabalho representa apenas um grão de areia no oceano infinito do conhecimento. Certamente foi uma jornada incrível, da qual eu pude compartilhar experiências e vivenciar momentos de muito aprendizado, alegrias e êxitos, terminando essa etapa com sentimento de dever cumprido.

Agradeço a todos os professores e pesquisadores com os quais eu tive a oportunidade de trabalhar, em especial aos meus orientadores e a banca avaliadora pelas contribuições valiosas dadas ao meu trabalho. Agradeço também ao grupo de pesquisa do laboratório LCP por todo apoio e a todos aqueles que fizeram parte dessa inesquecível trajetória. Muito obrigado!”

O LCP a parabeniza por mais essa conquista!

PROJETO ANP/PRH – Funcionalidade, Particularidades e Objetivos

27/07/2021 10:47

O PRH 11.1 – ENQ/UFSC convida todos estudantes da Pós-graduação em Engenharia Química para participarem do Webinar: PROJETO ANP/PRH – Funcionalidade, Particularidades e Objetivos.

As ações da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis também visam a formação de recursos humanos capacitados para atuarem nos seus diversos segmentos. O Programa de Formação de Recursos Humanos (PRH) é uma ação ampla, direcionada a todas as áreas do conhecimento e que possuam afinidade com os diversos setores da cadeia produtiva, distribuição e consumo. A Lei nº 9.478, de 06/08/1997, estabeleceu para ANP, dentre outras, a atribuição de estimular a pesquisa e a adoção de novas tecnologias para o setor.

O PRH/ANP possui particularidades e peculiaridades que diferem das bolsas de P&D&I oferecidas por agências como CAPES, CNPq e FAPESC.

Neste seminário iremos descrever, detalhadamente, o funcionamento do PRH/ANP da ENQ/UFSC e esclarecer todas as dúvidas que possam existir.

DATA: 28/07/2021 – 17h00min

Local: https://join.skype.com/ndqYZfFCxsCr

1st Seminar on Renewable Liquefied Fuel Gases

20/07/2021 08:47

Dia 15/07/2021 aconteceu o primeiro seminário sobre bio-GLP com a organização conjunta da UFSC, UFBA, Universidade de Aston e SHV Energy. O seminário reuniu pesquisadores, representantes do governo, agências de fomento e empresas com o objetivo de atrair atenção para esse tema tão pouco debatido, muito embora o GLP seja um combustível onipresente no Brasil. A discussão sobre a urgência em se estabelecer combustíveis de baixo carbono está cada vez viva à medida que os desastres ambientais se agravam.

É neste contexto que o PósENQ-UFSC, juntamente com suas instituições parceiras, vem procurando soluções ambientalmente amigáveis para a substituição do GLP de origem fóssil.
Uma possível alternativa é a utilização de rejeitos agrícolas, biomassa lignocelulósica, para a produção de precursores de GLP pela via fermentativa.

Dr. Thiago Ouriques Machado apresentando seu trabalho e Prof.ª Dr.ª Claudia Sayer ministrando roda de discussão

Um candidato promissor é o butirato pela rota estudada na Universidade de Aston (UK). Porém, um dos gargalos desta rota é a transformação da biomassa em butirato, que é um processo que contém várias etapas: pré-tratamento, detoxificação, sacarificação, fermentação e recuperação do produto. Nesse sentido, o Dr. Thiago Ouriques Machado apresentou seu trabalho intitulado “Butyrate Fermentation from Biomass: A look into the literature“. Já a Prof.ª Dr.ª Claudia Sayer foi responsável por ministrar roda de discussões.

A participação de eventos internacionais só vem a somar ao nosso Lab.

Parabéns aos envolvidos!

  • Página 1 de 2
  • 1
  • 2