Polímeros de fonte renováveis

Esta linha de pesquisa busca o desenvolvimento de novos polímeros ambientalmente amigáveis. Matérias-primas renováveis, como óleos vegetais e carboidratos, são utilizadas como plataformas químicas para a síntese de novos monômeros ou utilizados diretamente para a produção de polímeros intrinsecamente biocompatíveis e biodegradáveis. Além disso, polímeros naturais, como lignina, celulose e gelatina, são quimicamente modificados para apresentar as propriedades físico-químicas necessárias para as aplicações desejadas. Os polímeros resultantes apresentam as mais diversas aplicações desde espumas, tintas e resinas, biomédicas e na agroindústria.